CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE PROPAGANDA .


42 views
Uploaded on:
Category: Fashion / Beauty
Description
OS DEZ MAIORESMERCADOS PUBLICITARIOS DO MUNDO. FONTE: Ad Age, Zenith Optmedia, The Economists. 2001. . . OS DEZ MAIORESMERCADOS PUBLICITARIOS DO MUNDO. FONTE: Ad Age, Zenith Optmedia, The Economists. 2001. . OS DEZ MAIORESMERCADOS PUBLICITARIOS DO MUNDO. FONTE: Ad Age, Zenith Optmedia, The Economists. 2001. .
Transcripts
Slide 1

CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE PROPAGANDA

Slide 2

OS DEZ MAIORES MERCADOS PUBLICITARIOS DO MUNDO FONTE: Ad Age, Zenith Optmedia, The Economists. 2001.

Slide 3

OS DEZ MAIORES MERCADOS PUBLICITARIOS DO MUNDO FONTE: Ad Age, Zenith Optmedia, The Economists. 2001.

Slide 4

OS DEZ MAIORES MERCADOS PUBLICITARIOS DO MUNDO FONTE: Ad Age, Zenith Optmedia, The Economists. 2001.

Slide 5

OS DEZ MAIORES MERCADOS PUBLICITARIOS DO MUNDO FONTE: Ad Age, Zenith Optmedia, The Economists. 2001.

Slide 6

OS DEZ MAIORES MERCADOS PUBLICITARIOS DO MUNDO FONTE: Ad Age, Zenith Optmedia, The Economists. 2001.

Slide 7

OS DEZ MAIORES MERCADOS PUBLICITARIOS DO MUNDO FONTE: Ad Age, Zenith Optmedia, The Economists. 2001.

Slide 8

OS DEZ MAIORES MERCADOS PUBLICITARIOS DO MUNDO FONTE: Ad Age, Zenith Optmedia, The Economists. 2001.

Slide 9

OS DEZ MAIORES MERCADOS PUBLICITARIOS DO MUNDO 2001

Slide 10

RANKING FATURAMENTO AGENCIAS BRASILEIRAS 2001

Slide 11

RANKING FATURAMENTO AGENCIAS BRASILEIRAS 2001

Slide 12

RANKING FATURAMENTO AGENCIAS BRASILEIRAS 2001

Slide 13

RANKING FATURAMENTO AGENCIAS BRASILEIRAS 2001

Slide 14

RANKING FATURAMENTO AGENCIAS BRASILEIRAS 2001

Slide 15

CONCEITOS FUNDAMENTAIS COMUNICAÇÃO MARKETING PROPAGANDA

Slide 16

INSTÂNCIAS DA COMUNICAÇÃO EXPRESSÃO INFORMAÇÃO PERSUASÃO

Slide 17

INSTÂNCIAS DA COMUNICAÇÃO PURAS EXPRESSÃO ARTES APLICADAS COMERCIAIS INFORMAÇÃO PERSUASÃO

Slide 18

INSTÂNCIAS DA COMUNICAÇÃO PURAS EXPRESSÃO ARTES APLICADAS COMERCIAIS ADMINISTRAÇÃO INFORMAÇÃO EDUCAÇÃO JORNALISMO PERSUASÃO

Slide 19

INSTÂNCIAS DA COMUNICAÇÃO PURAS EXPRESSÃO ARTES APLICADAS COMERCIAIS ADMINISTRAÇÃO INFORMAÇÃO EDUCAÇÃO JORNALISMO PERSUASÃO CATEQUESE PROPAGANDA

Slide 20

INSTÂNCIAS DA COMUNICAÇÃO PURAS EXPRESSÃO ARTES APLICADAS COMERCIAIS ADMINISTRAÇÃO INFORMAÇÃO EDUCAÇÃO JORNALISMO RELAÇÕES PÚBLICAS PERSUASÃO CATEQUESE PROPAGANDA

Slide 21

INSTÂNCIAS DA COMUNICAÇÃO Eu PURAS EXPRESSÃO ARTES APLICADAS COMERCIAIS ADMINISTRAÇÃO INFORMAÇÃO EDUCAÇÃO JORNALISMO RELAÇÕES PÚBLICAS PERSUASÃO CATEQUESE Outro PROPAGANDA

Slide 22

INSTÂNCIAS DA COMUNICAÇÃO Eu PURAS EXPRESSÃO ARTES APLICADAS COMERCIAIS ADMINISTRAÇÃO INFORMAÇÃO EDUCAÇÃO JORNALISMO RELAÇÕES PÚBLICAS PERSUASÃO CATEQUESE Outro PROPAGANDA

Slide 23

INSTÂNCIAS DA COMUNICAÇÃO Eu PURAS EXPRESSÃO ARTES APLICADAS COMERCIAIS ADMINISTRAÇÃO INFORMAÇÃO EDUCAÇÃO JORNALISMO RELAÇÕES PÚBLICAS PERSUASÃO CATEQUESE Outro PROPAGANDA

Slide 24

COMUNICAÇÃO SOCIAL ATIVIDADE DE CULTURA Emissão Autocentrada EXPRESSIVA

Slide 25

COMUNICAÇÃO SOCIAL ATIVIDADE DE CULTURA Emissão Autocentrada EXPRESSIVA EU

Slide 26

COMUNICAÇÃO SOCIAL ATIVIDADE DE CULTURA FUNÇÃO DE PRODUÇÃO Emissão Recepção Autocentrada Alterorientada EXPRESSIVA PERSUASIVA EU

Slide 27

COMUNICAÇÃO SOCIAL ATIVIDADE DE CULTURA FUNÇÃO DE PRODUÇÃO Emissão Recepção Autocentrada Alterorientada EXPRESSIVA PERSUASIVA EU OUTRO

Slide 28

MARKETING Produtos Serviços Mercadorias Produtor Consumidor

Slide 29

MARKETING Produtos Serviços Mercadorias Produtor Consumidor Conjunto de operações negociais que servem para encaminhar produtos, serviços e mercadorias dos produtores aos consumidores ... (A.M.A.)

Slide 30

PRODUCT PRICE PLACE PROMOTION COMPOSTO DE MARKETING MIX

Slide 31

SALES P. R. PROMOTINS PUBLICITY DIVULGAÇÃO PROPAGANDA PROMOTION OU COMPOSTO DE COMUNICAÇÃO COMMUNICATION MIX

Slide 32

FUNÇÃO FUNDAMENTAL DO PROMOTION Q ALTA MÉDIA Curva da Procura BAIXA $ BAIXO MEDIANO ALTO

Slide 33

FUNÇÃO FUNDAMENTAL DO PROMOTION Q ALTA Curva da Procura MÉDIA PROMOTION BAIXA $ BAIXO MEDIANO ALTO

Slide 34

FUNÇÃO FUNDAMENTAL DO PROMOTION Q PROMOVER A PROCURA ALTA Curva da Procura MÉDIA PROMOTION BAIXA $ BAIXO MEDIANO ALTO

Slide 35

MARKETING Produtos Serviços Mercadorias Produtor Consumidor

Slide 36

MARKETING Produto Produtor Consumidor

Slide 37

MARKETING Produto Produtor Consumidor

Slide 38

MARKETING Produto Produtor Consumidor PROPAGANDA

Slide 39

MARKETING Produto Produtor Consumidor PROPAGANDA

Slide 40

MARKETING Produto Produtor Consumidor PROPAGANDA REL. PÚBLICAS

Slide 41

MARKETING Produto Produtor Consumidor PROPAGANDA REL. PÚBLICAS

Slide 42

MARKETING

Slide 43

MARKETING COMUNICAÇÃO

Slide 44

MARKETING COMUNICAÇÃO PROPAGANDA

Slide 45

PROPAGANDA É PARTE DE UM TODO QUE SE CHAMA MARKETING Caio A. Domingues

Slide 46

Um sujeito muito famoso disse: "Bendita seja a Propaganda que restaurou no homem moderno a magia do homem primitivo".

Slide 47

Um sujeito muito famoso disse: "Bendita seja a Propaganda que restaurou no homem moderno a magia do homem primitivo". Mas nem todo mundo pensa o mesmo.

Slide 48

Um sujeito muito famoso disse: "Bendita seja a Propaganda que restaurou no homem moderno a magia do homem primitivo". Mas nem todo mundo pensa o mesmo. Esta profissão tornou-se tão importante que muita gente boa se preocupa com ela, contra ou some help. E isso dá aos publicitários uma grande responsabilidade.

Slide 49

Um sujeito muito famoso disse: "Bendita seja a Propaganda que restaurou no homem moderno a magia do homem primitivo". Mas nem todo mundo pensa o mesmo. Esta profissão tornou-se tão importante que muita gente boa se preocupa com ela, contra ou some help. E isso dá aos publicitários uma grande responsabilidade. Primeiro, devem corresponder a tudo que dizem de positivo sobre a purposeful publicity. Depois, devem ir esclarecendo os que são contra, os que são honestamente contra.

Slide 50

Um sujeito muito famoso disse: "Bendita seja a Propaganda que restaurou no homem moderno a magia do homem primitivo". Mas nem todo mundo pensa o mesmo. Esta profissão tornou-se tão importante que muita gente boa se preocupa com ela, contra ou some help. E isso dá aos publicitários uma grande responsabilidade. Primeiro, devem corresponder a tudo que dizem de positivo sobre a purposeful publicity. Depois, devem ir esclarecendo os que são contra, os que são honestamente contra. Para fazer tudo isso, é preciso que o publicitário se orgulhe de ser publicitário. E há excelentes razões para esse orgulho. Olhe o caso do Brasil.

Slide 51

Em 1971, nosso produto nacional bruto cresceu cerca de 10%.

Slide 52

Em 1971, nosso produto nacional bruto cresceu cerca de 10%. Não há dúvida: a Propaganda contribui para o desenvolvimento, acelerando an economia, vendendo produtos e serviços, vendendo otimismo e confiança .

Slide 53

Em 1971, nosso produto nacional bruto cresceu cerca de 10%. Não há dúvida: a Propaganda contribui para o desenvolvimento, acelerando an economia, vendendo produtos e serviços, vendendo otimismo e confiança. Viu quanta responsabilidade?

Slide 54

Em 1971, nosso produto nacional bruto cresceu cerca de 10%. Não há dúvida: a Propaganda contribui para o desenvolvimento, acelerando an economia, vendendo produtos e serviços, vendendo otimismo e confiança. Viu quanta responsabilidade? Você está comprometido com o progresso do país. Não é uma honra?

Slide 55

Em 1971, nosso produto nacional bruto cresceu cerca de 10%. Não há dúvida: a Propaganda contribui para o desenvolvimento, acelerando an economia, vendendo produtos e serviços, vendendo otimismo e confiança. Viu quanta responsabilidade? Você está comprometido com o progresso do país. Não é uma honra? Você tem que contribuir, tornando seus anúncios sempre mais eficientes - anúncios que reflitam o espírito de um povo cada vez mais confiante em seus destinos.

Slide 56

Em 1971, nosso produto nacional bruto cresceu cerca de 10%. Não há dúvida: a Propaganda contribui para o desenvolvimento, acelerando an economia, vendendo produtos e serviços, vendendo otimismo e confiança. Viu quanta responsabilidade? Você está comprometido com o progresso do país. Não é uma honra? Você tem que contribuir, tornando seus anúncios sempre mais eficientes - anúncios que reflitam o espírito de um povo cada vez mais confiante em seus destinos. Cada anúncio tem que fazer muito para reforçar a confiança do público na Propaganda.

Slide 57

Cada anúncio deve propor um melhor padrão de vida, estimulando no homem uma contínua conquista de todas as comodidades e vantagens que estão à sua disposição.

Slide 58

Cada anúncio deve propor um melhor padrão de vida, estimulando no homem uma contínua conquista de todas as comodidades e vantagens que estão à sua disposição. Todo o anúncio tem um compromisso social e econômico.

Slide 59

Cada anúncio deve propor um melhor padrão de vida, estimulando no homem uma contínua conquista de todas as comodidades e vantagens que estão à sua disposição. Todo o anúncio tem um compromisso social e econômico. Fique consciente disso ao planejar, fazer, aprovar e veicular anúncios.

Slide 60

Cada anúncio deve propor um melhor padrão de vida, estimulando no homem uma contínua conquista de todas as comodidades e vantagens que estão à sua disposição. Todo o anúncio tem um compromisso social e econômico. Fique consciente disso ao planejar, fazer, aprovar e veicular anúncios. E pense nos Cr$ 2.500.000.000,00 que as estimativas apontam como an aplicação add up to de verbas de promulgation, no Brasil, em 1971.

Slide 61

Cada anúncio deve propor um melhor padrão de vida, estimulando no homem uma contínua conquista de todas as comodidades e vantagens que estão à sua disposição. Todo o anúncio tem um compromisso social e econômico. Fique consciente disso ao planejar, fazer, aprovar e veicular anúncios. E pense

Recommended
View more...