Input .


22 views
Uploaded on:
Description
Informa
Transcripts
Slide 1

Input

Slide 2

Informação que corrige rumos Quando se dá criticism para outra pessoa, se fala do que é observado com relação a seu comportamento positivo e negativo e os efeitos deste comportamento; Feedback é um processo de ajuda para mudanças de comportamento, aumento de criatividade, melhorias de desempenho e para o desenvolvimento pessoal.

Slide 3

POR QUE É DIFÍCIL RECEBER FEEDBACK? É difícil aceitar nossas ineficiências e ainda mais e ainda mais admiti-las para outros, publicamente A questão da confiança na outra pessoa Podemos sentir que nossa independência esteja violada, ou que o apoio que esperávamos esteja sendo negado

Slide 4

POR QUE É DIFÍCIL RECEBER FEEDBACK? Quando percebemos que estamos contribuindo para manter o problema e que precisamos mudar para resolvê-lo podemos agir defensivamente: Paramos de ouvir Agredimos o comunicador, dizendo que os erros também são seus

Slide 5

Dicas para o momento de receber input 01. Preste atenção e faça perguntas para esclarecer pontos e garantir um perfeito entendimento. 02. Quando conversar com suas fontes de criticism, assegure-os que quer inputs honestos. Isto ajuda an estabelecer uma conversa clara e aberta.

Slide 6

03. Peça exemplos específicos de comportamentos que a pessoa tem observado em você, e pergunte por suas idéias de como melhorar suas habilidades e aprender outras novas. 04. Deixe que as pessoas saibam, risks de mais nothing, que você gostaria receber de criticism delas. 05. Compartilhe o seu objetivo de desenvolvimento com suas fontes de input para ajudá-las o oferecer informações construtivas.

Slide 7

06. Às vezes é difícil para as pessoas serem claras. Para ajudar sua fonte de input a ser mais aberta, evite tomar uma posição de defensiva. Embora a defesa seja a reação mais comum an um criticism negativo, ela pode rapidamente "acabar" com uma conversa.

Slide 8

Sinais de alerta de uma atitude defensiva: 1 - Debater o ponto de vista do outro; 2 - Explicar suas ações e comportamentos; 3 - Discutir. Quando se ver nesta situação, pare de falar e escute.

Slide 9

POR QUE É DIFÍCIL DE DAR FEEDBACK? GOSTAMOS DE DAR CONSELHOS PODEMOS TEMER AS REAÇÕES DO OUTRO

Slide 10

COMO SUPERAR AS FIFICULDADES? Estabelecer uma relação de confiança recíproca para diminuir barreira entre comunicador e receptor Reconhecer que o criticism é um porcesso de exame conjunto Aprendendo an ouvir, ao receber o input sem reações emocionais (defensivas) intensas Aprendendo a dar criticism de forma habilidosa, sem conotações emocionais intensas

Slide 11

Para que o criticism seja efetivo - 8 passos 01. Acknowledge o criticism em ambiente adequado 02. Explique o propósito do seu input: deixe claro para o colaborador o objetivo do criticism de ajudá-lo no seu desenvolvimento profissional

Slide 12

03. Estabeleça a confiança: deixe claro o que esperar de um processo de input e priorize os interesses do colaborador 04. Trabalhe de forma a realmente conhecer a pessoa: preste genuine atenção ao que o colaborador fala e como fala 05. Convide o colaborador a dividir o processo de criticism com você

Slide 13

06. Seja genuíno: deixe que sua própria personalidade, experiences, observações adicionem riqueza nas informações fornecidas durante o input 07. Trate o input como uma informação e não julgamento de valor. Apresente o criticism de forma não esteriotipada em relação à pessoa 08. Baseie o input em exemplos práticos: deixe bem claro o motivo de sua opinião, exemplificando situações em que foi baseada.

Slide 14

" O medo é common no prudente, e sabê-lo vencer é ser valente." Alonso de Ercilla "Quem sabe aproveitar an ocasião é um homem de oportunidade." Johann Wolfgang von Goethe Fonte: MOSCOVICI, Fela. Desenvolvimento Interpessoal – Treinamento em Grupo – José Olympio, 2001.

Slide 15

Agora é com você!!!!!!!!!!

Recommended
View more...