O princ.


30 views
Uploaded on:
Description
O princ
Transcripts
Slide 1

O princípio da dialética – aproximações iniciais (Grupos de estudo da UEM: Educação Física, Pedagogia e Psicologia. 13 maio 2011) Prof. Achilles Delari Junior Disponível em: http://www.vigoski.net/uem-dialetica.ppt

Slide 2

Para public square e para adiante O princípio da dialética – aproximações iniciais O princípio da dialética – aproximações iniciais (Grupos de estudo da UEM: Educação Física, Pedagogia e Psicologia. 13 maio 2011) Plano geral da exposição. Algumas palavras sobre an importância da dialética para Vigotski. Alguns rudimentos históricos do pensamento dialético Mapa resumido do campo de pensadores dialéticos modernos (século XX) Traços gerais do chamado "marxismo ocidental" Materialismo dialético do ponto de vista de Lenin Materialismo dialético do ponto de vista de Stálin Materialismo dialético do ponto de vista de Mao Tsé-tung. Sessão de questionamentos para a continuidade Disponível em: http://www.vigoski.net/uem-dialetica.ppt

Slide 3

SLIDE 01 1 Algumas palavras sobre an importância da dialética para Vigotski. Para public square Num levantamento das ocorrências do termo dialética e seus derivados, em todas as obras que ele aparece apenas no Tomo I, das " Obras Escogidas " , podemos encontrar em pelo menos 45 páginas* em que o termo aparece (em várias delas mais que uma vez, aliás). Seja em uma ou outra das seguintes formas: Dialética geral Materialismo dialético Lógica dialética Princípio dialético Dialética da psicologia (= psicologia geral; = materialismo psicológico) Dialética do homem Psicologia dialética. Dialética (em diversos outros contextos). (...) ______ *Para acessar o levantamento com a compilação de citação por citação: http://www.vigotski.net/vigdia-tom1.pdf O levantamento dos tomos restantes está em fase inicial, mas o tomo 1 é de todos aquele em que o termo dialética mais é mencionado. Não que o pensamento do autor não seja dialético mesmo quando a palavra não é mencionada, mas isso nos dá uma chance de procurar visualizar quando e como ele faz uso consciente do termo e disto deduzir definições mais explícitas, de cunho meta-teórico. O princípio da dialética – aproximações iniciais (Grupos de estudo da UEM: Educação Física, Pedagogia e Psicologia. 13 maio 2011) Disponível em: http://www.vigoski.net/uem-dialetica.ppt

Slide 4

SLIDE 02 1 Algumas palavras sobre an importância da dialética para Vigotski. Como amostra de algumas das menções mais impactantes, podemos citar as que se seguem: EM 1925: Prólogo ao livro de A. F. Lazurski "Psicologia geral e exploratory". " (...) An isto se acrescentou ainda uma tendência totalmente inevitável e que time de esperar – e que se expande quase pela totalidade da atual frente russa da cultura –, a de revisar os fundamentos e princípios da psicologia à luz do materialismo dialético e a ligar an elaboração da investigação científica e teórica, assim como o ensino dessa ciência, a premissas de caráter filosófico mais gerais e fundamentais" ( Vygotski , 1925/1991, p. 23). EM 1925: Prólogo ao livro de A. F. Lazurski "Psicologia geral e exploratory". Este materialismo fisiológico one-sided [o da reflexologia ] está tão longe do materialismo dialético como o está o idealismo da psicologia empírica. Limita o estudo do comportamento humano ao seu aspecto biológico, ignorando o fator social. Estuda ao homem só no que afeta a sua pertença ao mundo geral dos organismos animais, a sua fisiologia, já que se trata de um mamífero. Ao contrário da adaptação passiva dos animais ao meio, an experiência histórica e social, an originalidade da adaptação laboral ativa da natureza a si mesma permanece inexplicada nesta perspectiva. ( Vygotski , 1925/1991, p. 35)". Para adiante O princípio da dialética – aproximações iniciais (Grupos de estudo da UEM: Educação Física, Pedagogia e Psicologia. 13 maio 2011) Para adiante Disponível em: http://www.vigoski.net/uem-dialetica.ppt

Slide 5

SLIDE 03 1 Algumas palavras sobre an importância da dialética para Vigotski. EM 1926: Sobre o artigo de K. Koffka "An introspecção e o método da psicologia". A modo de introdução. "1. Materialismo monista da nova teoria . [a psicologia da Gestalt] A psique e o comportamento "interno e externo" (segundo a terminologia de W. Köhler), as reações fenomênicas e corporais (Koffka), não constituem duas esferas distintas e de natureza diferente. \'O interno é externo\' (Köhler). A nova teoria parte da identidade basic das leis que constroem os "conjuntos" (Gestalten) na física, na fisiologia, na psique. A nova teoria admite o princípio dialético da transição da quantidade e qualidade, quando o utiliza para explicar a diversidade qualitativa das vivências (fenômenos). Os processos conscientes não se declaram já como único objeto de investigação, senão que são interpretados como partes de processos psicofisiológicos de maior envergadura." (Vygotski, 1926/1991, p. 63) Para adiante O princípio da dialética – aproximações iniciais (Grupos de estudo da UEM: Educação Física, Pedagogia e Psicologia. 13 maio 2011) Disponível em: http://www.vigoski.net/uem-dialetica.ppt

Slide 6

SLIDE 04 1 Algumas palavras sobre an importância da dialética para Vigotski. Para public square EM 1927: O sentido histórico da crise da psicologia. Uma investigação metodológica "Proponho, pois, esta tese: an análise da crise e da estrutura da psicologia testemunham indiscutivelmente que nenhum sistema filosófico pode dominar diretamente a psicologia como ciência sem an ajuda da metodologia, isto é, sem criar uma ciência geral; que a única aplicação legítima do marxismo em psicologia seria a criação de uma psicologia geral, cujos conceitos se formulem em dependência direta da dialética geral , porque esta psicologia [ geral ] não seria outra coisa que a dialética da psicologia ; toda an aplicação do marxismo à psicologia por outras vias, o desde outros pressupostos, fora dessa proposição, conduzirá inevitavelmente a construções escolásticas ou verbalistas e a dissolver a dialética em enquetes e testicles; a raciocinar sobre as coisas baseando-se em seus traços externos, casuais e {389:} secundários; a perda complete de todo critério objetivo e a tentar negar todas as tendências históricas no desenvolvimento da psicologia; an uma revolução simplesmente terminológica. Em resumo, an uma burda deformação do marxismo e da psicologia. Esse é o caminho de Tchelpánov." (Vygotski, 1927/1991, p. 388-389) O princípio da dialética – aproximações iniciais (Grupos de estudo da UEM: Educação Física, Pedagogia e Psicologia. 13 maio 2011) Disponível em: http://www.vigoski.net/uem-dialetica.ppt

Slide 7

SLIDE 05 1 Algumas palavras sobre an importância da dialética para Vigotski. EM 1927: O sentido histórico da crise da psicologia. Uma investigação metodológica ""{389:} A fórmula de Engels de não impor à natureza os princípios dialéticos , mas derivá-los dela (K. Marx, F. Engels. Obras, t. 20 pág. 387) é aqui [na psicologia de Tchelpánov , possivelmente - ADJr ] substituída pela fórmula contrária: os princípios da dialética se introduzem na psicologia desde fora [desde a metafísica, talvez - ADJr ]. Mas o caminho a seguir pelos marxistas deve ser distinto. An aplicação direta da teoria do materialismo dialético às questões das ciências naturais, e em specific ao grupo de ciências biológicas ou à psicologia é impossível , como o é aplicá-la diretamente à história e à sociologia. Há entre nós quem pense que o problema da "psicologia e o marxismo" se limita a criar uma psicologia que responda ao marxismo, mas o problema é, de fato, muito mais complexo. Da mesma maneira que a história, a sociologia necessita a teoria particular intermediária do materialismo histórico , que esclareça o valor concreto das leis abstratas do materialismo dialético para o grupo de fenômenos de que se ocupa. E exatamente tão necessária é an ainda não criada, mas inevitável, teoria do marxismo biológico e do materialismo psicológico , como ciência intermediária, que explique an aplicação concreta dos princípios abstratos do materialismo dialético ao grupo de fenômenos que trabalha" ( Vygotski , 1927/1991, p. 389). Para marketplace O princípio da dialética – aproximações iniciais (Grupos de estudo da UEM: Educação Física, Pedagogia e Psicologia. 13 maio 2011) Disponível em: http://www.vigoski.net/uem-dialetica.ppt

Slide 8

SLIDE 06 1 Algumas palavras sobre an importância da dialética para Vigotski. EM 1930: A psique, a consciência, o inconsciente (1930) "A psicologia dialética parte risks de tudo da unidade dos processos psíquicos e fisiológicos. Para a psicologia dialética a psique, como expressara Espinosa, não é algo que jaz para além da natureza, um Estado dentro de outro, senão uma parte da própria natureza, ligada diretamente às {100:} funções da matéria altamente organizada de nosso cérebro. Assim como o resto da natureza, não foi criada, senão que surgiu em um processo de desenvolvimento. Suas formas embrionárias estão presentes desde o princípio: na própria célula viva se mantêm as propriedades de modificar-se wail an influência de ações externas e reagir an elas" (Vygotski, 1930/1991, p. 99-100) EM 1930: A psique, a consciência, o inconsciente (1930) "A psicologia dialética renuncia an uma e outra identificação [ filosofia idealista e materialismo mecanicista ], não confunde os processos psíquicos com os fisiológicos, reconhece o caráter irredutível da singularidade qualitativa da psique e afirma tão somente que os processos psicológicos são únicos. Chegamos, por conseguinte, ao reconhecimento de processos psicofisiológ

Recommended
View more...